domingo, 2 de dezembro de 2012

The Lamb - Blake

Mais um poema do William Blake. Para quem acompanhou o blog e viu o poema The Tyger. Pode-se dizer que um poema é o "par" do outro, assim como em muitas outras obras de Canções da Inocência e Canções da Experiência.

The Lamb - William Blake

   Little lamb, who made thee?
   Does thou know who made thee,
Gave thee life, and bid thee feed
By the stream and o’er the mead;
Gave thee clothing of delight,
Softest clothing, woolly, bright;
Gave thee such a tender voice,
Making all the vales rejoice?
   Little lamb, who made thee?
   Does thou know who made thee?

   Little lamb, I’ll tell thee;
   Little lamb, I’ll tell thee:
He is callèd by thy name,
For He calls Himself a Lamb.
He is meek, and He is mild,
He became a little child.
I a child, and thou a lamb,
We are callèd by His name.
   Little lamb, God bless thee!
   Little lamb, God bless thee!




O Cordeiro – William Blake

  Cordeiro, quem te fez?
  Sabes tu quem te fez?
Deu-te vida & alimento
Na nascente no relento;
Vestiu-te em gozos, louçã,
De finas vestes de lã;
Deu-te tenra voz também,
Para alegrar vales & além?
  Cordeiro, quem te fez?
  Sabes tu quem te fez?

  Cordeiro, te direi;
  Cordeiro, te direi:
O teu nome tem inteiro,
Pois Ele chama-se cordeiro.
Ele é meigo, & sem tardança
Veio aqui como criança.
Sou criança, & tu cordeiro,
Chamados por Seu nome inteiro.
  Cordeiro, Deus te guarde!
  Cordeiro, Deus te guarde!


Trad: Raphael Soares

Nenhum comentário:

Postar um comentário